seo-para-sites-de-noticias

Estratégia SEO para sites de notícias

Beleza pessoal ? Hoje vamos falar sobre uma estratégia bacana que é matadora quando o assunto é sites de notícias, o objetivo de falar sobre isso é fazer com que a galera pense de forma mais estratégica e abrangente com relação a arquitetura de um site e suas implicações para o SEO.

Quando estive no SMX East em outubro passado assisti a uma palestra espetacular de um cara que foi o responsável pelo SEO no NY Times por muitos anos, ele mostrou coisas extremamente interessantes e práticas sobre o dia a dia de um veículo de imprensa gigantesco e dos desafios que existem em tentar implantar uma cultura mais “SEO” numa redatoria tão tradicional. Ele falou de várias técnicas, vou citar uma neste post que é comum, mas muitos não reparam.

Vamos deixar as coisas claras !

Vou chamar essa técnica de agregadora de notícias. (Não sou bom em colocar nome nas coisas….) Essa técnica parte do princípio de que devemos deixar muito claro para os buscadores qual página deve rankear para um determinado assunto, essa á uma máxima eterna no SEO, não deixe o Google confuso! Ajude o Google a saber qual página você quer que rankeie para um determinado assunto. 

Imagine que em um jornal ou site de notícias existem um número extremamente elevado de notas e pequenas notícias sobre uma quantidade absurda de assuntos diferentes então como deixar isso organizado de uma forma “SEO friendly” ?

Vamos a um exemplo: Sites de noticias sobre famosos emitem um numero muito grande de pequenas notas ou notícias sobre cada celebridade, fazendo que um site como esse tenha centenas ou até milhares de páginas sobre tal celebridade, deve ficar muito claro para os buscadores que a força de relevância para o nome do famoso não pode ficar dispersa entre todas essas páginas e que o site deve elencar uma página “agregadora” de todas essas notícias, sendo assim a página eleita para rankear caso o nome do famoso seja buscado. Meio complexo de entender né? Veja um case que vai abrir sua cabeça.

Mas como isso funciona na prática?

Abra uma aba anônima de seu navegador e busque “Claudia Raia” no Google, provavelmente você vai encontrar esse resultado

busca-c-raia

Perceba o site purepeople.com.br, este site é um portal voltado para o mundo das celebridades, os primeiros números deles no Semrush são do inicio de 2013 portanto não é um site tão antigo, mas é extremamente bem sucedido quando o assunto é gerar tráfego sobre celebridades.

Ao abrir a página sobre a Claudia Raia do site purepeople você vai perceber que esta página nada mais é que um grande agregador de notícias sobre a Claudia Raia, a estrutura da página é muito bem montada para oferecer ao usuário um cardápio variado de resultados sobre a atriz, perceba que grande parte do conteúdo texto desta página são pequenos trechos das notícias. Com a exceção de uma pequena biografia de 300 e poucas palavras, eles oferecem: Vídeo, as últimas notícias, fotos e uma enorme relação de todas as notas do portal sobre a celebridade em questão. No rodapé uma sessão de links marotos para outras celebridades que tem relação com a atriz.

Veja a estrutura da página no print abaixo:

ppp

Vamos a alguns números interessantes sobre esta página:

Ela tem no total 1716 palavras sendo que para “Claudia Raia” temos 8,62% de densidade, um número considerado alto mas aqui totalmente justificado pois grande parte dessas aparições do termo aconteceram dentro de links para notícias.

Percebemos também uma relação muito bacana de proof terms e relevant terms, já que as notícias acabam trazendo assuntos relacionados e o rodapé propositalmente traz o nome de outras celebridades que estão diretamente relacionadas, como por exemplo Edson Celulari, como falar de Claudia Raia sem citar Edson Celulari ? Nada mais bacana para validar o conteúdo como sendo de qualidade.

E por fim temos um link no topo levando para uma página com todas as centenas de notícias sobre a Atriz com uma imensa paginação.

Toda a força concentrada!

Faça o seguinte exercício agora: Abra 3 noticias aleatórias dessas que aparecem aí na página agregadora da Claudia Raia no Purepeople. Perceba que propositalmente cada nota tem a primeira ou segunda aparição do termo “Claudia Raia” como link levando para a página agregadora, ou seja cada uma das mais de 300 notícias do portal que envolvem o nome de Claudia Raia vão apontar um link para a página agregadora, empurrando assim muito juice e demonstrando com força ao Google qual página deve rankear quando o assunto for o nome da atriz.

not1

not2

not3

Automatização em ação!

Uma estratégia deste porte para sites de grande volume vão contar com a ajuda da automatização para agilizar o processo e viabilizar a estratégia, não existe segredo nenhum nisso, esta linkagem interna é muito provavelmente gerada de forma automática e somente validada pelo profissional de edição.

Resultados muito bons.

O casamento entre estratégia SEO friendly e arquitetura automatizada só podiam trazer um bom resultado, veja o gráfico de keywords orgânicas do Semrush para o site em questão e perceba que o purepeople rende um tráfego bastante interessante e posiciona para um número bastante alto de nomes de celebridades, são aproximadamente 22700 palavras chave no Top 3 do Google. Incluindo Top 1 para “notícias dos famosos” termo que sozinho rende cerca de 246000 buscas mensais. Tá bom para você?

Outra constatação bacana é que na arquitetura foi pensada uma página separada agregando todas as fotos da celebridade, esta página traz de forma automática todas as fotos que foram usadas para ilustrar as notas formando um enorme álbum, essa estratégia esta rendendo mais de 20000 top 20 posições para termos como “fotos da Claudia Raia”, “fotos de Justin bieber” e muitos outras “fotos de …”

semrushpure

Well Done!

Não conheço o SEO que arquitetou a estratégia mas merece o GIF Well Done! do nosso Blog.

UFaRx

Tá Rafael mas isso é só para grandes portais de notícias, e eu? Como posso aproveitar essa estratégia?

A algum tempo implementamos um processo simples para testar essa estratégia. Pegamos o site institucional de um de nossos clientes onde havia a página de um serviço menos importante para ele. Por não estar sendo otimizada a página estava estagnada a bastante tempo sem ter evolução na SERP, fizemos o Seguinte:

1- Configuramos um Google Alerts.

Configuramos um Google Alerts para nos avisar quando alguns termos relacionados ao serviço fossem encontrados pelo Google.

Se você não sabe o que é Google Alerts, trata-se de um serviço do Google que lhe envia um email sempre que ele indexa um conteúdo com o termo escolhido por você. Ex. Eu tenho configurado um Alert para meu nome completo, toda vez que o Google indexa algum conteúdo que tenha “Rafael Faria de Souza” eu recebo um email com o link do site para saber que Raios estão falando de mim por ai…

2- Captação, reescrita e postagem de notícias frescas.

Quando o Google Alerts nos avisava de um novo conteúdo sobre o assunto nós separávamos o que era notícia do que era conteúdo institucional. O que era notícia imediatamente reescrevíamos e postávamos no site como uma notícia relacionada.

3- Acomodamos as notícias na página do serviço.

Criamos um shortcode no WordPress e acomodamos as notícias no final da página de serviço do cliente. Gerando uma lista com o título e uma pequena parte do primeiro parágrafo da notícia.

4- Linkagem da notícia para a página de serviço.

A parte importante que não pode ser esquecida é linkar no texto da notícia o texto âncora para a página foco do rankeamento, no nosso caso era a página de serviço do cliente.

5- Resultados satisfatórios

Apesar do teste ter sido prejudicado pelo fato de o serviço de nosso cliente não gerar uma boa quantidade de notícias pois é um serviço muito específico, ainda assim os resultados foram satisfatórios, estávamos estagnados a meses na 35ª posição depois de iniciar o processo fomos subindo gradativamente até a 18ª, ainda não chegamos no topo mas sentimos o progresso gerado pela estratégia.

Conclusão.

Essa estratégia, não passa de uma forma inteligente de arquitetura de sites, nossos testes em sites institucionais como o do exemplo acima tem sido satisfatórios, esperamos que mais pessoas testem e divulguem seus resultados.

Caso tenha interesse veja essa mesma estratégia sendo usada no EGO portal de celebridades da Globo, lá o conteúdo da página agregadora é ainda mais modesto mas a quantidade de notas e notícias é assustadora.

Espero que tenham gostado e caso tenham, compartilhem!

Estratégia SEO para sites de notícias 4.78/5 (95.56%) 9 votes

Receba as novidades

Pode colocar seu email ai tranquilo, não é formula do lançamento.

Esta é uma forma automatizada de enviar emails com os novos posts e vídeos para você.

15 thoughts on “Estratégia SEO para sites de notícias

  1. Rafael, muito bacana, virei seu fã depois que conheci o vídeo sobre proof e relevant. Vamos a algumas questões aqui:

    No caso da sua tese (se posso chamar assim), em um site institucional você usou a própria página de serviço do cliente para esse teste e isso me gerou algumas dúvidas:

    1. Não poderia ter usado a página de categoria para isso? Ou isso não adiantaria por dar a força à categoria e não a página do serviço que realmente é o que importa no institucional?

    2. Inserir o resumo das notícias na página do serviço não pode correr o risco de tirar a atenção do usuário e talvez perder a chance de um orçamento para a pessoa ir ler uma notícia?

    1. Danilo obrigado pelo comentário, vamos lá

      1- se vc vai usar página, post, pagina de categoria isso não tem tanta importância, o que importa é listar as notícias na página que vc quer rankear, e depois receber um link de ancora de cada uma das notícias de volta.

      2- Sobre essa questão de distrair o usurário eu acho que tem pouco impacto mas para minimizar eu sempre listo as notícias na parte inferior do site, deixando a primeira dobra toda voltada a conversão.

  2. Rafael, parabéns por apresentar coisas diferentes no mundo do SEO. Seu site, sem dúvidas, é um dos mais bacanas de SEO em lingua portuguesa.

    Gostaria de saber sua opinião sobre os tópicos abaixo, se possível:

    1. O bot do Google lê o que está escrito dentro do shortcode? Sempre acreditei que ele não lia no momento que ele carrega as páginas. Se a resposta for “SIM, Lê”, eu adicionei um shortcode em todas minha páginas com um paragrafo em texto (link de afiliado).. isso pode ser visto pelo Google como conteúdo duplicado? Posso fazer algo a respeito?

    2. Alguns sites que falam sobre o ENEM, por exemplo, costumam colocar nos primeiros resultados os artigos mais novos, sobretudo com notícias frescas sobre gabaritos e ranking. Nesse caso, você sabe (ou desconfia) de qual seja a melhor estratégia para atuar em um nicho desse? Pelo que parece o Google trata os artigos desse nicho como “notícias”, dando prioridade para os mais atuais..

    Abraços e PARABÉNS !!!!!!!

  3. Muito bacana a matéria. Ontem mesmo vi em um vídeo seu falando sobre a SMX onde comentava sobre o cara que fez o SEO para o NY Times, e hoje já compartilhou toda uma estratégia sobre este trabalho, e isso é muito bacana. Enquanto lia já pensava em coisas para fazer e melhorar em meu projeto. Muito Obrigado

    1. Oi Rodolfo, é sim uma das espécies de silo que o pessoal faz, mas eu ressaltaria a estratégia como um todo, exemplo: podem ser noticias bem curtas, deve ter linkagem no texto com kw no texto âncora, entre outras peculiaridades que diferem de um Silo tradicional feito com artigos mais densos

  4. Olá Rafael, sempre gosto do seu ponto de vista “Profissional” do SEO, demonstrar que está além de construir PBN e executar tarefas sem pensar. Esse site do Case sempre me deixou intrigada por dominar tantas posições, acho que isso responde parte da estratégia deles. Sempre quando leio artigos seus me sinto instigada a fazer mil coisas. Obrigada por compartilhar e alimentar a família SEO kk.

  5. Espetacular Rafael essa técnica é mesmo muito boa vou testa-la nos meus projetos.
    Eu já usava o Google alerta para deixar comentários em artigos que estão sair do forno. Com esse estratégia vejo que o Google alerta ainda será muito útil pra mim. Gratidão pelo conteúdo
    Estamos juntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *